bg-empresa

O guia definitivo de iluminação em forro e sanca de gesso

Iluminação

A iluminação da casa é uma questão muito importante na hora de construir ou decorar. Afinal, um ambiente bem iluminado, com pontos corretos de luz, se torna mais amplo, moderno e aconchegante.

Mas você sabia que a iluminação em forro e sanca de gesso é uma alternativa cada vez mais usada no design de interiores, por sua praticidade e sofisticação?

Para não restar dúvidas na hora de iluminar a residência, preparamos aqui um guia definitivo sobre esse assunto. Acompanhe!

Tipos e efeitos de iluminação em gesso

A sanca de gesso é como uma moldura e fica na parte em que o forro e a parede se encontram. Ela pode ter vários modelos, que geram diferentes efeitos de iluminação. Confira alguns:

  • sanca aberta: as lâmpadas ficam embutidas dentro da sanca. A luz reflete no teto, formando uma iluminação indireta e dispersa;
  • sanca fechada: é completamente fechada em gesso e a iluminação é feita por meio de luzes pequenas, chamadas de spots;
  • sanca invertida: a sanca invertida possui o meio fechado e os cantos entre a sanca e a parede abertos. A iluminação interna fica invisível e reflete nas paredes e teto;
  • forro de gesso: o forro de gesso é um espaço que fica afastado alguns centímetros da parede, criando um pequeno vão e a impressão de que o teto está flutuando. Diferencia-se da sanca invertida porque, nesse caso, os pontos de luz não ficam embutidos e refletindo na parede ou no teto. A iluminação é feita de forma direta, por meio de spots.

Cuidados na hora da construção

Para fazer a iluminação em forro e sanca de gesso é preciso que o pé direito do ambiente perca pelo menos 12 cm. Assim, a luz pode ser direcionada para determinado espaço do ambiente.

Os modelos mais usados de luminárias são os spots, por causa do seu tamanho pequeno e, sobretudo, pela facilidade com que podem ser direcionadas.

Prós e contras da iluminação em forro e sanca

Além da versatilidade que os forros e sancas de gesso oferecem à iluminação, eles também são vantajosos em questões estruturais. O gesso permite a criação de diversos formatos pré-moldados, com acabamento impecável.

É um isolante térmico e acústico, protegendo a casa de barulhos externos e mantendo a temperatura do ambiente agradável. Além disso, a facilidade na manutenção permite que problemas como vazamentos possam ser resolvidos facilmente, contudo, sem precisar fazer grandes reformas.

Apesar de todas as vantagens, é preciso estar atento a algumas coisas na hora de adotar forros ou sancas de gesso. Ou seja, esse material absorve umidade, por isso, é preciso alguns cuidados. Evite utilizar forros e sancas de gesso em locais úmidos, como banheiros e áreas externas.

Outro ponto que requer atenção é que, ao longo do tempo, é possível que apareça algumas trincas e rachaduras. Por isso, é necessária uma empresa de confiança e que ofereça material de qualidade.

A iluminação em forro e sanca de gesso é ótima para personalizar os ambientes e deixá-los muito mais cheios de charme e aconchegantes. Depois de conhecer os tipos e os efeitos que cada um proporciona, resta escolher o mais apropriado para o perfil da construção. Ou seja, é importante não se esquecer dos cuidados a serem tomados e preferir material de qualidade!

Gostou das dicas? Então não deixe de compartilhar este post nas suas redes sociais para que mais pessoas saibam sobre iluminação em forro e sanca de gesso!

FIQUE POR DENTRO DE NOSSAS PROMOÇÕES