bg-empresa

4 cuidados fundamantais na hora de instalar uma tomada elétrica

cuidados-fundamantais-na-hora-de-instalar-uma-tomada-eletrica

Instalar uma tomada deveria ser uma atividade simples, não fossem alguns importantes detalhes técnicos que, muitas vezes, não são observados.

Se não for realizada corretamente, a instalação pode ser fonte de problemas futuros de mau-contato, curto-circuito, oscilações e sobreaquecimento, trazendo risco para a edificação e para as pessoas.

O padrão de tomadas atualmente adotado no Brasil visa garantir maior segurança para os usuários.

Porém, caso não sejam instaladas corretamente, não cumprirão sua função e podem, até mesmo, aumentar os riscos de panes e acidentes.

Veremos aqui 4 cuidados fundamentais para a correta instalação de uma tomada elétrica, considerando a finalidade de uso, sobretudo, a capacidade da instalação e os quesitos de segurança.

1. Não arrisque: siga a recomendação técnica da tomada

O primeiro passo para instalar corretamente uma tomada é definir o tipo mais adequado à finalidade de uso.

Ou seja, uma tomada para ligar uma televisão é diferente de uma tomada para ligar um forno elétrico, que é diferente de outra para ligar uma geladeira.

Neste sentido, deve-se observar a correta indicação do projeto para a finalidade de uso da tomada.

Qualquer modificação da finalidade de uso deve ser acompanhada não só da mudança do tipo da tomada, mas também da verificação se a instalação comporta a mudança.

Identificada incompatibilidade da carga com a instalação, uma adequação deve ser executada, na carga ou na instalação, sobretudo, de modo a garantir a funcionalidade segura do conjunto todo.

2. Saiba quais são os 4 tipos de tomadas

De acordo com a NBR 14136/2002, no Brasil são normatizados diferentes tipos de tomadas para uso com cargas de até 20A e 250V, definidos pela corrente e pela existência ou não da conexão de aterramento.

A tomada com conexão de aterramento é chamada tripolar, e a que não tem a conexão de terra é conhecida como bipolar.

Tanto a tripolar quanto a bipolar estão disponíveis comercialmente para 10 ou 20 ampères.

Assim, há no mercado quatro tipos de tomadas: tripolar de 10A, tripolar de 20A, bipolar de 10A e bipolar de 20A.

Quanto ao intercâmbio de uso, é possível haver alguma variação considerando o tipo de carga a ser ligada, mas não é indiferente para todas situações.

3. Defina a finalidade de uso da tomada

A definição da finalidade de uso é o primeiro passo para a instalação correta de uma tomada. Duas perguntas devem ser respondidas:

1) qual será corrente real da carga?

2) haverá ligação de aterramento?

As respostas a estas duas perguntas já definem qual tipo de tomada deverá ser instalada, já considerando que a capacidade da instalação – ou seja, cabos, fios e protetores – estejam devidamente dimensionados.

Vejamos a instalação de uma tomada para ligar uma televisão. Esta TV consome uma corrente de 3A e possui um plug com dois pinos, como a maioria dos equipamentos eletrônicos.

Para esta finalidade, uma tomada bipolar de 10A cumprirá plenamente as exigências técnicas e normativas.

Já na instalação de um forno elétrico, por exemplo, a situação poderia ser diferente.

Suponha que a corrente real demandada pelo forno seja 15A e o plug tenha três pinos.

Neste caso, a tomada de 10A não atende a finalidade de uso, que é de 15A, devendo, então, ser instalada uma tomada de 20A tripolar.

4. Ligue os cabos à tomada

A ligação dos cabos elétricos aos terminais de conexão das tomadas é um ponto que merece especial atenção.

Ou seja, encontrar instalações de cabos inseridos diretamente nos terminais conectores das tomadas é algo muito comum, não obstante ser uma prática tecnicamente incorreta.

A recomendação é de que sejam usados os terminais tubulares.

Ou seja, estes terminais, envolvendo a ponta do cabo, já decapada, servirá não só para evitar efeitos galvânicos entre o cobre do cabo e o latão do terminal da tomada, como também para evitar que o conjunto de fios que formam o cabo ser espalhe dentro terminal, o que geraria contato deficiente e sobre-aquecimento.

Agora que você já sabe quais são os cuidados a tomar na hora de instalar uma tomada elétrica e conhece os diferentes tipos, que tal entender melhor os diferentes tipos de lâmpadas disponíveis no mercado?

FIQUE POR DENTRO DE NOSSAS PROMOÇÕES