Quando devo realizar a troca da instalação elétrica da minha casa?

23/05/2024
451 Visualizações
0 Comentários
instalação elétrica

Hoje vamos falar sobre um tema crucial para qualquer tipo de edificação: a instalação elétrica. Um projeto bem executado não só garante o funcionamento eficiente dos equipamentos eletrônicos, mas também a segurança dos moradores e do próprio imóvel. Por isso, os serviços de instalação elétrica devem ser realizados por profissionais especializados, seguindo rigorosamente as normas brasileiras, como a NBR 60669, NBR 5431 e NBR 5410.

A instalação elétrica é fundamental em projetos de arquitetura, sejam eles residenciais, comerciais, industriais, institucionais, hospitalares ou escolares. Cada tipo de edificação tem suas particularidades, mas todos exigem atenção às regras estabelecidas pela geometria funcional do espaço. A posição dos mobiliários e a disposição dos equipamentos determinam a quantidade e a posição correta dos pontos de iluminação, tomadas e interruptores.

Muitas pessoas só se dão conta da necessidade de substituir a instalação elétrica quando enfrentam problemas graves, geralmente causados por fiações antigas. Fiações elétricas deterioradas representam um risco significativo de incêndio, muitas vezes comparável a vazamentos de gás, velas e cigarros deixados acesos. Por isso, é essencial estar atento a sinais de problemas e realizar manutenções preventivas.

Sinais de Problemas na Instalação Elétrica

Embora seja difícil prever a vida útil da fiação elétrica de uma casa, alguns sinais indicam problemas iminentes:

  1. Fios Expostos ou Desencapados: Indicam deterioração do isolamento, aumentando o risco de choques elétricos e curtos-circuitos.
  2. Sobrecarga de Energia: Se um cômodo apresenta frequentes quedas de energia ou disjuntores desarmando, pode ser um sinal de sobrecarga.
  3. Quedas Abruptas da Chave de Luz: Indicativos de possíveis curtos-circuitos.
  4. Ocorrência de Curtos-Circuitos: Podem ser causados por fios mal isolados ou conectados de forma inadequada.

Dicas para a Troca da Instalação Elétrica

Se você identificou algum dos sinais acima, talvez seja hora de considerar a troca da instalação elétrica. Aqui estão três dicas essenciais para garantir um trabalho seguro e eficiente:

1. Contrate um Bom Profissional

Um profissional qualificado é essencial para garantir que a instalação elétrica seja feita de acordo com as normas de segurança. Peça indicações a amigos e familiares e escolha alguém com boas referências. Antes de iniciar o trabalho, solicite uma avaliação detalhada do estado da fiação e um orçamento completo dos materiais necessários.

2. Invista em Materiais de Qualidade

Ao reformar a instalação elétrica, opte por materiais de alta qualidade, que oferecem maior durabilidade e segurança. Produtos de qualidade superior podem ser mais caros inicialmente, mas oferecem um excelente custo-benefício a longo prazo, reduzindo a necessidade de futuras intervenções.

3. Evite Gambiarras

Não adianta realizar uma boa instalação elétrica se hábitos inadequados não forem corrigidos. Evite conectar vários aparelhos em uma única tomada, usar benjamins em excesso, fazer emendas de fios improvisadas e utilizar equipamentos de forma inadequada. Esses comportamentos podem comprometer a segurança da rede elétrica.

Erros Comuns e Como Evitá-los

Além de contratar bons profissionais e usar materiais de qualidade, é importante seguir algumas etapas essenciais para evitar erros:

  • Elaboração de um Projeto Elétrico: Um projeto detalhado ajuda a evitar problemas futuros, garantindo que todos os pontos de luz, tomadas e interruptores estejam corretamente posicionados.
  • Aterramento Adequado: O aterramento é crucial para prevenir choques elétricos e aumentar a vida útil dos equipamentos eletrônicos.
  • Materiais Certificados: Utilize sempre materiais com certificação de qualidade e evite reaproveitar produtos antigos ou sem comprovação de qualidade.

Outras Dicas de Instalação Elétrica

  • Quadro de Medição: Deve ser instalado em local de fácil acesso para usuários e profissionais das companhias de energia.
  • Planta Descritiva: Uma planta detalhada do projeto elétrico é fundamental, incluindo todos os pontos de luz, tomadas e interruptores.
  • Distribuição de Tomadas: Em banheiros, deve haver pelo menos uma tomada junto ao lavatório. Em cozinhas, copas, áreas de serviço e lavanderias, uma tomada a cada 3,5 metros, com tomadas adicionais sobre as bancadas. Em halls, corredores, garagens, sótãos e varandas, pelo menos uma tomada.

A potência das tomadas em áreas como cozinhas e lavanderias deve ser de no mínimo 600VA por tomada, até três tomadas, e 100VA para as excedentes. Nos demais cômodos, pelo menos 100VA por tomada. Tomadas de uso específico devem ter potência igual à do equipamento a ser alimentado, como chuveiros (4000W), micro-ondas (1500W), entre outros.

Importância do Aterramento

O aterramento é um dos elementos mais importantes em uma instalação elétrica. Ele previne choques elétricos, aumenta a vida útil dos aparelhos, reduz ruídos em sistemas de áudio e melhora o funcionamento de computadores.

Gostou das nossas dicas sobre instalação elétrica? Acredita que está na hora de fazer uma revisão na instalação elétrica da sua casa? Compartilhe este texto nas redes sociais e peça a opinião dos seus amigos!

Whatsapp Eletro Energial